Empreéstimo para Negativado? Dicas para Quem Está com o Nome Sujo!

Com as crises e o desemprego, o número de pessoas com o nome sujo aumenta todos os dias. Se você se encontra nessa situação,  sabe como pode ser difícil manter a vida financeira controlada e limpar o seu próprio nome. E, no meio disso tudo, pode ser que você se encontre na situação de precisar de um empréstimo. O problema é que, com o nome sujo, muitas instituições financeiras irão recusar.

Ter o nome negativado é uma bola de neve, e traz inúmeros problemas. Mas, saiba que não é impossível conseguir um empréstimo com o nome sujo, basta entender os requisitos e saber procurar.

Se você se encontra nessa situação, continue lendo o artigo até o final!

Como saber se meu nome está sujo?

 

O primeiro passo é óbvio: verifique se o seu nome realmente está sujo. Para isso, faça uma consulta simples e gratuita no SPC ou no Serasa.

O blog da Plusdin tem um artigo excelente ensinando o passo a passo para consultar seu nome no SPC e Serasa:

Plusdin: Como pedir empréstimo para negativado?

O que acontece se o meu nome estiver sujo?

Quando você está com o nome sujo, terá dificuldades em conseguir realizar operações de crédito.

Vale lembrar que , o simples fato de estar devendo para alguém não significa que seu nome ficará sujo. Você receberá primeiro um aviso por correio e terá um prazo de dez dias para regularizar a situação antes do CPF ser regularizado.

Além disso, após quitar a dívida, as empresas também tem um prazo de 5 dias úteis para retirar o seu CPF da lista de negativados.

O prazo para essa negativação caducar é de 5 anos, para cada dívida. Lembrando que é apenas a negativação que irá caducar, e não a dívida, então se a dívida não for paga ou renegociada, você continuará inadimplente.

As restrições para quem está com o nome sujo incluem várias operações de crédito. Se o seu CPF estiver negativado, você terá dificuldades para:

  • Solicitar cartões de crédito e aumentos no limite;
  • Conseguir financiamento para casas e automóveis;
  • Possíveis ações judiciais;
  • Dificuldade em alugar imóveis;
  • Dificuldade para abrir contas bancárias e crediários;
  • Descontrole financeiro e mais dívidas se acumulando.

Como limpar meu nome?

A única maneira de limpar o seu nome é eliminar a dívida. Para isso , existem várias estratégias. Um controle financeiro rígido , que envolva cortar gastos e segurar as contas ao máximo é essencial nesse momento.

Você deve buscar o seu credor e tentar renegociar a dívida. Essa renegociação pode incluir um plano de pagamento, por exemplo. A dica aqui é começar a renegociar as dívidas com as maiores taxas de juros primeiro, pois são essas que irão pesar mais se não forem pagas.

Uma opção para pagar todas as dívidas de uma vez é negociar o pagamento à vista delas, e substituindo várias dívidas menores por apenas uma – um empréstimo, por exemplo. Isso funciona muito bem para dívidas de cartão de crédito e cheque especial, pois elas tem taxas de juros muito maiores do que a s dos empréstimos.

Você estará trocando uma (ou várias) dívida cara por outra mais barata.

Mas aí entra o problema: como conseguir um empréstimo com o nome negativado?

Nesse caso é importante entender como empréstimos para negativados funciona. Recomendo fortemente ler esse artigo da Plusdin, que contém dicas importantes sobre como conseguir empréstimos com o nome sujo:

Como pedir empréstimo para negativado?

Com esse empréstimo, você poderá pagar as dívidas à vista, e ficará com apenas uma dívida ativa, que será o empréstimo, na qual você ainda não é inadimplente. Assim você poderá limpar seu nome mais rapidamente.

Educação financeira é fundamental

É claro que sem uma boa educação financeira é muito difícil sair do vermelho e limpar seu nome. Por isso, aproveite esse momento para refletir sobre o seu estilo de vida e suas próprias escolhas financeiras.

Controle suas contas, anote seus gastos e não use o limite do cartão de crédito como uma extensão da sua conta. Tome cuidado com as compras parceladas, pois muitas vezes esquecemos delas e acabamos transformando parcelas pequenas em uma dívida enorme por vários meses.

Além disso, considere mudar o seu padrão de vida para adequá-lo à sua realidade financeira. Especialmente enquanto estiver com o nome sujo, é importante cuidar para não criar ainda mais dívidas.

Por fim, considere fontes de renda extra. Nós sabemos da  realidade do país, e muitas vezes fica difícil manter uma vida minimamente digna com um salário baixo. Avalie suas opções, como um pequeno negócio caseiro que você pode tocar aos finais de semana. Envolva a família também. Qualquer entrada de renda sempre é bem vinda e irá ajudar a pagar as contas no final do mês.

Espero que o artigo tenha ajudado!

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Rolar para cima